Grupo Ideal Trends

Nossos Princípios de Gestão

SONHAR GRANDE

Somos movidos por um sonho grandioso e desafiador: Sermos os melhores e mais lucrativos nos setores que atuamos.

  • A empresa somos nós, seus colaboradores. Nosso desejo de construir uma grande empresa que seja a melhor no que faz é o que nos inspira e estimula a trabalhar juntos na mesma direção.
  • Sonhar grande requer a mesma energia que sonhar pequeno. Sonhamos grande para sermos do tamanho de nosso sonho.
  • Sonhos são, por natureza, ampliações de nós mesmos e, por isso, conseguimos nos dedicar a eles. Por serem ampliações, requerem esforço, trabalho duro, paixão, senso de propósito.
  • Todo sonho tem conseqüências. Para sermos a melhor empresa, não podemos ser apenas uma boa empresa. Bom não é suficientemente bom.

01

MERITOCRACIA

Pessoas excelentes, livres para crescer no ritmo de seu talento e recompensadas adequadamente, são nosso ativo mais valioso.

  • Grandes empresas são formadas por pessoas excelentes estas são a única vantagem competitiva realmente sustentável.
  • Pessoas excelentes atraem mais pessoas excelentes, embora o inverso também seja verdade.
  • Líderes autênticos mantêm o caminho livre para os demais e criam, constantemente, o ambiente, as oportunidades e os desafios para que estes progridam conforme seus talentos e dedicação.
  • Pessoas Excelentes gostam de meritocracia, informalidade e sinceridade.

02

FORMAR LÍDERES

Devemos selecionar indivíduos que possam ser melhores do que nós. Seremos avaliados pela qualidade de nossas equipes.

  • Quem não tiver sucessores à altura não poderá ser promovido. É preciso identificar potenciais que, com o desenvolvimento, os desafios e incentivos adequados, ajudem a atingir as metas da empresa e superem os próprios chefes.
  • Todos os líderes da organização precisam ter tempo disponível para atrair, desenvolver e motivar pessoas. Essa é uma responsabilidade que eles não delegam.
  • O desenvolvimento de cada pessoa deve ser incentivado com a oferta de oportunidades profissionais que possam tirá-la de sua zona de conforto e levá-la além do que ela se julgava capaz de ir.

03

SER EXEMPLO

A liderança pelo exemplo pessoal é o melhor guia para nossa cultura. Fazemos o que dizemos.

  • Atitudes e ações são mais poderosas que palavras.
  • Somos todos embaixadores e multiplicadores da nossa cultura. Isso significa que somos todos atenciosos, humildes, energéticos e com senso de urgência, a chave para construir nossa empresa.
  • A liderança, com sua equipe, é a chave da obtenção de resultados. Sem grandes lideres não há grandes resultados.
  • Nada substitui a presença do líder, sempre que possível, vamos aonde as coisas acontecem para gerenciá-las.

04

RESULTADOS

Resultados são a força motriz da empresa. O foco nos resultados nos permite concentrar tempo e energia no que é essencial.

  • O que importa são resultados, desde que obtidos de maneira que respeite a estrutura ética e as normas da empresa.
  • Uma grande empresa precisa obter grandes resultados, que sejam ótimos e sustentáveis.
  • O foco é crítico e decisivo para a empresa: como é impossível ser excelente em tudo, é melhor executar bem poucas coisas do que realizar mal muitas.
  • Sempre haverá mais o que fazer do que o tempo nos permite, por isso prioridades são fundamentais. As metas nos alinharão em torno das prioridades.
  • São os lucros que atraem as melhores pessoas, geram oportunidades profissionais, cativam investidores e mantêm o motor da empresa funcionando.
  • Meios (o modo como realizamos as coisas) são importantes para obtermos os fins (resultados) de modo mais rápido, econômico e confiável. Meios sem fins não significam nada.
  • Não perdemos tempo tentando reinventar o que já existe; copiamos o que há de melhor.

05

AGIR COMO DONO

Somos todos donos da empresa. E um dono assume a responsabilidade pelos resultados pessoalmente.

  • Sermos donos da empresa é o que nos permite tomar decisões melhores. Um dono convive com as conseqüências de suas decisões.
  • Tudo que a empresa faz tem um dono, com responsabilidades claras e metas mensuráveis incluindo prazo definido. Um dono sempre assume essas responsabilidades, além de exercer sua autoridade. Embora as discussões sejam importantes e comitês se mostram úteis, é o dono que sempre toma a decisão final.
  • Em uma verdadeira cultura de proprietários, donos não julgam ter direito natural ao negócio ao contrário, buscam fazer jus a ele todos os dias.
  • Donos puxam para si a responsabilidade por resultados e desafios, sofrem com desenlaces negativos e chamam a atenção para os erros que veem, mesmo que ocorram fora do seu departamento ou território.

06

SIMPLICIDADE E FRANQUEZA

Acreditamos que bom senso e simplicidade são melhores que complexidade e sofisticação.

  • Nada substitui o discernimento e bom senso.
  • Ser simples é melhor. Coisas simples são fáceis de explicar e pôr em prática e têm maior probabilidade de dar certo.
  • Todas as ações seguem nossas diretrizes, o que evita complexidade e sofisticação desnecessárias.
  • Tomamos decisões com base em fatos, não no sistema de tentativa e erro. Mas, embora a análise seja fundamental a paralisia analítica deve ser evitada a todo custo.
  • Transparência e disponibilidade de informações contribuem para a tomada de decisões e minimizam os conflitos. Gostamos de visibilidade e franqueza sem receio.
  • Disciplina é fundamental em tudo que fazemos. Sistemas para avaliar o desempenho, Indicador-chave de desempenho, (KPs, na sigla em Inglês) e o método PDCA (Planejar/Executar/Verificar/Reagir, na sigla em Inglês) são muito importantes.
  • A execução faz a diferença em nosso negócio. Grandes idéias mal executadas não têm valor algum.

07

EMPRESA ENXUTA

Gerenciamos nossos custos rigorosamente, a fim de liberar recursos que ajudarão a aumentar o faturamento.

  • Custos são, entre os fatores totalmente sob nosso controle, os mais importantes.
  • Não há mal algum em ser uma empresa enxuta, assim nos sobram mais recursos para investir e incrementar vendas. Empresas enxutas e eficientes sobrevivem mais facilmente a tempos difíceis.
  • Somos uma empresa voltada para as vendas e é essencial que estas nunca parem de crescer. Para tanto, o consumidor deve ser visto como rei. Transformamos dinheiro que não gera valor em dinheiro que gera valor.
  • Em outras palavras, investimos no que os clientes possam ver, tocar, usar e pelo qual estejam dispostos pagar mais; tudo mais é investimento que não gera valor.
  • Devemos agir rapidamente para conter custos e nos manter sempre em um ciclo de negócios positivos. Ciclos negativos nos impedem de ampliar o negócio e, eventualmente, nos obrigam a encolher.

08

TRABALHO DURO

Nunca estamos plenamente satisfeitos com nossos resultados. É essa recusa em se acomodar à situação atual que nos garante vantagem competitiva duradoura.

  • Buscamos sempre o próximo nível, para nos mantermos à frente dos concorrentes. Uma salutar e constante “insatisfação” com os resultados obtidos motiva o progresso.
  • Celebraremos nossas vitórias e reconhecemos todos que ajudaram a alcançá-las. Mas sempre com os olhos voltados para o próximo desafio.
  • Nossa cultura existe e prevalece em todo lugar em que operamos, em qualquer parte do mundo. Foi ela que nos trouxe até aqui e atraiu nosso pessoal. É ela que nos levará ainda mais longe. Pessoas excelentes que não conseguem se adaptar à nossa cultura devem deixar a empresa.
  • Mercados mudam, mas a cultura permanece no que diz respeito a quem somos como grupo e ao que representamos. Consistência e continuidade são fundamentaisnesse aspecto, ainda que, nessas áreas de marketing e vendas, a abordagem tenha de evoluir constantemente.
  • Trabalho duro é crucial para superar a concorrência. Nenhuma empresa consegue ser grande se as pessoas excelentes não forem esforçadas e trabalhadoras.

09

INTEGRIDADE

Não tomamos atalhos. Integridade, trabalho duro e consistência são o cimento que pavimenta nossa empresa.

  • Só podemos ter a melhor empresa se contarmos com a confiança e o envolvimento de todos os nossos stakeholders. Se for preciso, perdemos vendas para proteger marcas e reputações, isso é mais importante no longo prazo.
  • Criar uma grande empresa leva tempo, é difícil e exige consistência. Ela é erguida tijolo por tijolo, dia após dia.
  • Atalhos e má-fé corroem uma empresa por dentro e a destroem.
  • Jamais podem ser comprometidas a segurança de nosso pessoal, a qualidade de nossos produtos e a singularidade da experiência oferecida a nossos consumidores.

10

SONHAR GRANDE

Somos movidos por um sonho grandioso e desafiador: Sermos os melhores e mais lucrativos nos setores que atuamos.

  • A empresa somos nós, seus colaboradores. Nosso desejo de construir uma grande empresa que seja a melhor no que faz é o que nos inspira e estimula a trabalhar juntos na mesma direção.
  • Sonhar grande requer a mesma energia que sonhar pequeno. Sonhamos grande para sermos do tamanho de nosso sonho.
  • Sonhos são, por natureza, ampliações de nós mesmos e, por isso, conseguimos nos dedicar a eles. Por serem ampliações, requerem esforço, trabalho duro, paixão, senso de propósito.
  • Todo sonho tem conseqüências. Para sermos a melhor empresa, não podemos ser apenas uma boa empresa. Bom não é suficientemente bom.

01

MERITOCRACIA

Pessoas excelentes, livres para crescer no ritmo de seu talento e recompensadas adequadamente, são nosso ativo mais valioso.

  • Grandes empresas são formadas por pessoas excelentes estas são a única vantagem competitiva realmente sustentável.
  • Pessoas excelentes atraem mais pessoas excelentes, embora o inverso também seja verdade.
  • Líderes autênticos mantêm o caminho livre para os demais e criam, constantemente, o ambiente, as oportunidades e os desafios para que estes progridam conforme seus talentos e dedicação.
  • Pessoas Excelentes gostam de meritocracia, informalidade e sinceridade.

02

FORMAR LÍDERES

Devemos selecionar indivíduos que possam ser melhores do que nós. Seremos avaliados pela qualidade de nossas equipes.

  • Quem não tiver sucessores à altura não poderá ser promovido. É preciso identificar potenciais que, com o desenvolvimento, os desafios e incentivos adequados, ajudem a atingir as metas da empresa e superem os próprios chefes.
  • Todos os líderes da organização precisam ter tempo disponível para atrair, desenvolver e motivar pessoas. Essa é uma responsabilidade que eles não delegam.
  • O desenvolvimento de cada pessoa deve ser incentivado com a oferta de oportunidades profissionais que possam tirá-la de sua zona de conforto e levá-la além do que ela se julgava capaz de ir.

03

SER EXEMPLO

A liderança pelo exemplo pessoal é o melhor guia para nossa cultura. Fazemos o que dizemos.

  • Atitudes e ações são mais poderosas que palavras.
  • Somos todos embaixadores e multiplicadores da nossa cultura. Isso significa que somos todos atenciosos, humildes, energéticos e com senso de urgência, a chave para construir nossa empresa.
  • A liderança, com sua equipe, é a chave da obtenção de resultados. Sem grandes lideres não há grandes resultados.
  • Nada substitui a presença do líder, sempre que possível, vamos aonde as coisas acontecem para gerenciá-las.

04

RESULTADOS

Resultados são a força motriz da empresa. O foco nos resultados nos permite concentrar tempo e energia no que é essencial.

  • O que importa são resultados, desde que obtidos de maneira que respeite a estrutura ética e as normas da empresa.
  • Uma grande empresa precisa obter grandes resultados, que sejam ótimos e sustentáveis.
  • O foco é crítico e decisivo para a empresa: como é impossível ser excelente em tudo, é melhor executar bem poucas coisas do que realizar mal muitas.
  • Sempre haverá mais o que fazer do que o tempo nos permite, por isso prioridades são fundamentais. As metas nos alinharão em torno das prioridades.
  • São os lucros que atraem as melhores pessoas, geram oportunidades profissionais, cativam investidores e mantêm o motor da empresa funcionando.
  • Meios (o modo como realizamos as coisas) são importantes para obtermos os fins (resultados) de modo mais rápido, econômico e confiável. Meios sem fins não significam nada.
  • Não perdemos tempo tentando reinventar o que já existe; copiamos o que há de melhor.

05

AGIR COMO DONO

Somos todos donos da empresa. E um dono assume a responsabilidade pelos resultados pessoalmente.

  • Sermos donos da empresa é o que nos permite tomar decisões melhores. Um dono convive com as conseqüências de suas decisões.
  • Tudo que a empresa faz tem um dono, com responsabilidades claras e metas mensuráveis incluindo prazo definido. Um dono sempre assume essas responsabilidades, além de exercer sua autoridade. Embora as discussões sejam importantes e comitês se mostram úteis, é o dono que sempre toma a decisão final.
  • Em uma verdadeira cultura de proprietários, donos não julgam ter direito natural ao negócio ao contrário, buscam fazer jus a ele todos os dias.
  • Donos puxam para si a responsabilidade por resultados e desafios, sofrem com desenlaces negativos e chamam a atenção para os erros que veem, mesmo que ocorram fora do seu departamento ou território.

06

SIMPLICIDADE E
FRANQUEZA

Acreditamos que bom senso e simplicidade são melhores que complexidade e sofisticação.

  • Nada substitui o discernimento e bom senso.
  • Ser simples é melhor. Coisas simples são fáceis de explicar e pôr em prática e têm maior probabilidade de dar certo.
  • Todas as ações seguem nossas diretrizes, o que evita complexidade e sofisticação desnecessárias.
  • Tomamos decisões com base em fatos, não no sistema de tentativa e erro. Mas, embora a análise seja fundamental a paralisia analítica deve ser evitada a todo custo.
  • Transparência e disponibilidade de informações contribuem para a tomada de decisões e minimizam os conflitos. Gostamos de visibilidade e franqueza sem receio.
  • Disciplina é fundamental em tudo que fazemos. Sistemas para avaliar o desempenho, Indicador-chave de desempenho, (KPs, na sigla em Inglês) e o método PDCA (Planejar/Executar/Verificar/Reagir, na sigla em Inglês) são muito importantes.
  • A execução faz a diferença em nosso negócio. Grandes idéias mal executadas não têm valor algum.

07

EMPRESA ENXUTA

Gerenciamos nossos custos rigorosamente, a fim de liberar recursos que ajudarão a aumentar o faturamento.

  • Custos são, entre os fatores totalmente sob nosso controle, os mais importantes.
  • Não há mal algum em ser uma empresa enxuta, assim nos sobram mais recursos para investir e incrementar vendas. Empresas enxutas e eficientes sobrevivem mais facilmente a tempos difíceis.
  • Somos uma empresa voltada para as vendas e é essencial que estas nunca parem de crescer. Para tanto, o consumidor deve ser visto como rei. Transformamos dinheiro que não gera valor em dinheiro que gera valor.
  • Em outras palavras, investimos no que os clientes possam ver, tocar, usar e pelo qual estejam dispostos pagar mais; tudo mais é investimento que não gera valor.
  • Devemos agir rapidamente para conter custos e nos manter sempre em um ciclo de negócios positivos. Ciclos negativos nos impedem de ampliar o negócio e, eventualmente, nos obrigam a encolher.

08

TRABALHO DURO

Nunca estamos plenamente satisfeitos com nossos resultados. É essa recusa em se acomodar à situação atual que nos garante vantagem competitiva duradoura.

  • Buscamos sempre o próximo nível, para nos mantermos à frente dos concorrentes. Uma salutar e constante “insatisfação” com os resultados obtidos motiva o progresso.
  • Celebraremos nossas vitórias e reconhecemos todos que ajudaram a alcançá-las. Mas sempre com os olhos voltados para o próximo desafio.
  • Nossa cultura existe e prevalece em todo lugar em que operamos, em qualquer parte do mundo. Foi ela que nos trouxe até aqui e atraiu nosso pessoal. É ela que nos levará ainda mais longe. Pessoas excelentes que não conseguem se adaptar à nossa cultura devem deixar a empresa.
  • Mercados mudam, mas a cultura permanece no que diz respeito a quem somos como grupo e ao que representamos. Consistência e continuidade são fundamentaisnesse aspecto, ainda que, nessas áreas de marketing e vendas, a abordagem tenha de evoluir constantemente.
  • Trabalho duro é crucial para superar a concorrência. Nenhuma empresa consegue ser grande se as pessoas excelentes não forem esforçadas e trabalhadoras.

09

INTEGRIDADE

Não tomamos atalhos. Integridade, trabalho duro e consistência são o cimento que pavimenta nossa empresa.

  • Só podemos ter a melhor empresa se contarmos com a confiança e o envolvimento de todos os nossos stakeholders. Se for preciso, perdemos vendas para proteger marcas e reputações, isso é mais importante no longo prazo.
  • Criar uma grande empresa leva tempo, é difícil e exige consistência. Ela é erguida tijolo por tijolo, dia após dia.
  • Atalhos e má-fé corroem uma empresa por dentro e a destroem.
  • Jamais podem ser comprometidas a segurança de nosso pessoal, a qualidade de nossos produtos e a singularidade da experiência oferecida a nossos consumidores.

10